Postado dia 07/05/2019 - Por

Entenda os Ciclos Naturais e os Econômicos.

Olhando o OUTONO entrando na Cidade do RIO DE JANEIRO desde o meu escritório, algumas reflexões passam pela minha cabeça.

Em 14 anos de trabalho no setor da Sustentabilidade, aprendi como a Natureza apresenta CICLOS que se repetem em determinados períodos de tempo. Dentre esses ciclos naturais, as estações do ano são um dos principais que acontecem no nosso planeta.

A PRIMAVERA representa um renascimento, o início de um PERÍODO DE REGENERAÇÃO (construção) da diversidade, impulsionado pela grande disponibilidade de luz solar em tempo e intensidade. É a estação onde tudo nasce, floresce.

O VERÃO representa o ápice desse período de construção para chegar num PERÍODO DE ABUNDÂNCIA (consolidação) que é o resultado de meses de árduo trabalho dos reinos vegetal e animal para GERAR RESERVAS que os permitam passar com relativa tranquilidade as épocas de menor bonanza.

Já o OUTONO representa o início do PERÍODO DE QUEDA  na produtividade e é impulsionado pela redução da intensidade e duração da luz solar ao longo desses meses. Neste ciclo, todos os seres vivos devem começar a se preparar (gerar e armazenar reservas) para enfrentar a última estação do ano, a mais dura e hostil, o INVERNO.

O INVERNO e a consolidação desse ciclo de queda e representa o PERÍODO DE ESTAGNAÇÃO, trazendo consigo uma série de elementos, tais como a falta de alimentos, que castigam fortemente à maioria das espécies de plantas e animais. Impulsado pela baixa radical de temperatura, a falta de luz solar e o encurtamento do dia, esta estação representa o MAIOR DESAFIO de sobrevivência.

Muitos não conseguem sobreviver e somente quem se preparou adequadamente, FAZENDO RESERVAS nas épocas de bonanza, EVITANDO DESPERDÍCIOS energéticos desnecessários ao longo do ano e MUDANDO SEU COMPORTAMENTO para afrontar esta época com maior adaptabilidade é quem consegue chegar novamente na primavera e ter o privilégio de viver mais um ciclo completo.

Me surpreende ver como esse princípio básico dos ciclos naturais se repete também em tantas outras coisas da nossa vida diária e da nossa civilização. E como ele tem efeitos poderosos sobre nossos comportamentos como família e indivíduos.

Porém, vejo com preocupação que nem todas as famílias e nem todos os indivíduos entendem esses ciclos, principalmente quando se trata dos ASSUNTOS ECONÔMICOS dos seus países e da sua VIDA FINANCEIRA. Não enxergar os ciclos pode levá-los a ser parte dos desafortunados que sejam MUITO AFETADOS ou NÃO CONSIGAM SOBREVIVER ao “INVERNO” financeiro.

Nos próximos POSTS vou compartilhar com mais profundidade sobre cada um destes ciclos, porque existem e como podem ser observados na ECONOMIA e na VIDA FINANCEIRA PESSOAL para que qualquer pessoa consiga compreender as “ESTAÇÕES ECONÔMICAS” e principalmente, saber em qual estação está vivendo e quais atitudes tomar para se preparar contra o iminente “INVERNO FINANCEIRO”.

Grande abraço.

Compartilhe:
Categoria: Outros